Mensagem Fraterna

Meu irmão: tuas preces mais singelas

São ouvidas no espaço ilimitado,

Mas sei que às vezes choras, consternado,

Ao silêncio da força que interpelas.

Volve ao teu templo interno e abandonado,

A mais alta de todas as capelas

E as respostas mais lúcidas e belas

Hão de trazer-te alegre e deslumbrado.

Ouve o teu coração em cada prece.

Deus responde em ti mesmo e te esclarece

Com a força eterna da consolação;

Compreenderás a dor que te domina,

Sob a linguagem pura e peregrina

Da voz de Deus, em luz de redenção.

Psicografia: Francisco Cândido Xavier de um poema de Auta de Souza, poetisa que nasceu no Rio Grande do Norte a 12 de setembro de 1876. Veja uma pequena biografia dela.

2 ideias sobre “Mensagem Fraterna

  1. antonio aparecido da silva murtinho

    Muito confortadora, e nos acorda para fazermos a nossa parte também, e não esperar que venha tudo para as nossas mãos.

    Responder
  2. Paula Góes

    Obrigada pelo comentário Antonio! Sem dúvida um conforto e acalanto, e seu comentário me lembra de uma frase: ajuda-te que o céu te ajudará. Sim, façamos a nossa parte, somos peças fundamentais na engrenagem do progresso, individual e coletivo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *